Euphoria – Os melhores casais da série

world-news

Na sua opinião, quem são os melhores casais de Euphoria? Se você acompanha a famosa série da HBO, sabe que a trama aborda o lado sombrio de coisas como relacionamentos, vícios e amizades – tudo isso no Ensino Médio. Do luto às drogas às ambições do amor, cada um dos personagens enfrenta seus próprios demônios e lida com todas as questões que fazem a vida ser como ela é.

Enquanto esses jovens personagens tentam descobrir mais sobre a vida, eles também acabam explorando relacionamentos amorosos. De algumas parcerias tóxicas a amores saudáveis, há muitos casais no seriado que causam as mais diferentes sensações no público, tanto boas, quanto ruins. Pensando nisso, criamos uma lista com os melhores casais de Euphoria – e também vamos abordar os piores. Você está preparado?

Nesta matéria, vamos falar sobre os melhores casais de Euphoria, mas em uma lista que vai do pior para o melhor casal. Sendo assim, vamos explorar os seguintes pares:

Sem nenhuma dúvida, não existe um casal tão tóxico e difícil de assistir quanto Nate e Maddy. Eles parecem estar dispostos a fazer qualquer coisa um pelo outro e certamente têm paixão suficiente por uma dúzia de outros casais. Ainda assim, é muito difícil gostar de Nate.

Não há como ignorar o abuso físico e emocional deste relacionamento. Maddy ama Nate e, portanto, se sentiu incapaz de deixá-lo por muito tempo. O comportamento de Nate é tóxico e abusivo, enquanto Maddy também é manipuladora. Para conseguir o que querem, ambos acabaram totalmente a vida de Tyler. Felizmente, as coisas parecem estar chegando ao fim agora com Cassie na mistura – e, ironicamente, este é exatamente o tipo de conclusão confusa que os fãs esperariam deste terrível par.

Marsha quase não está envolvida na série, e isso só mostra que não existe muita coisa no relacionamento entre ela e Cal. Mesmo assim, já é ligeiramente melhor do que a relação de Nate e Maddy.

Em um determinado momento da série, Rue narra a infância e a vida familiar de Nate, e parece que Marsha é quase inexistente nesta dinâmica. Ela e Cal se toleram, ao menos, mas também não parece que há muito amor ou paixão envolvidos. Além disso, todo mundo sabe que Cal está dormindo com dezenas de outras pessoas em segredo – o que também não aponta para um ótimo relacionamento.

Cassie arrisca sua amizade com Maddy para estar com Nate, e não importa o quanto ela justifique isso, ela sabe que isso iria atrapalhar as coisas entre ela e sua melhor amiga. Ela não apenas traiu Maddy ao fazer isso, mas também quebrou sua promessa para si mesma; depois de seu rompimento com McKay, ela fala sobre não se apaixonar por um tempo para focar em evoluir.

O relacionamento em si, porém, não é surpreendentemente doentio, como qualquer romance com Nate geralmente é. Cassie constantemente anseia por ele e tenta chamar sua atenção, e é realmente só quando as coisas parecem ter acabado com Maddy que ela finalmente consegue ficar com Nate.

Jules e Elliot têm potencial para serem um casal saudável em Euphoria, pois se dão muito bem como amigos e se divertem juntos. Elliot é atraído por Jules e a elogia de uma maneira que Rue nunca fez, o que é, sem dúvidas, o que a deixa interessada nele.

Claro, o problema gritante é que eles estão fazendo tudo isso pelas costas de Rue. Não importa quantas desculpas os espectadores apresentem, isso não muda o fato de que eles estão trapaceando e traindo a sua amiga mais próxima. Por isso, é difícil colocá-los como um dos melhores casais de Euphoria.

Há um ódio mútuo entre Suze e Gus, os pais de Cassie e Lexi. Eles pareciam ter um relacionamento bastante medíocre, e no episódio de flashback de Cassie, há muitos gritos, brigas e desconfiança.

Há rumores de que um deles traiu, e claramente este assunto não é um consenso entre todos os envolvidos. Gus deixou a família, mas Suze continua com suas próprias lutas. Esse casal, inclusive, só fez os fãs sentirem um pouco de pena por Cassie e Lexi, mas não em um grau extremo, considerando como eles sabem muito pouco sobre a verdadeira extensão dos problemas e a dinâmica da família.

Muita gente poderia argumentar que Ethan merecia muito melhor do que a maneira como Kat o tratou no início. No entanto, quando Kat finalmente caiu em si e percebeu que dar uma chance a Ethan era uma boa escolha, eles foram ótimos. Ethan é mais do que gentil e solidário, e Kat tem a chama e as peculiaridades para manter Ethan na ponta dos pés. Aquela pequena cena no baile foi o suficiente para mostrar aos fãs que esse casal pode realmente ser totalmente doce e ótimo.

Infelizmente, Kat logo percebe que Ethan não é o que ela quer, e bastam algumas palavras de encorajamento de Maddy para empurrá-la na direção certa. Foi errado ela ficar com ele por tanto tempo, simplesmente porque os outros esperavam que ela ficasse, e foi ainda pior ela tentar manipulá-lo para pensar que era ideia dele terminar.

Daniel não é exatamente um cara legal. Kat e Daniel dificilmente contam como um “casal”, já que os dois namoraram na sexta série apenas por alguns meses, e naquela época ele parecia legal. Então, ele largou Kat depois que ela ganhou peso nas férias. Como se isso não bastasse, Daniel nem se lembra de ter namorado com ela!

Quando Kat falou sobre isso depois que eles ficaram na festa de Halloween, todos os fãs sentiram um pouco de remorso por ela, considerando que seu jovem amor nem se lembrava dela. Se isso não fosse motivo suficiente para odiar Daniel, ele também trata Cassie de um modo terrível – e seus flertes estão longe de serem os melhores.

Não há muito o que saber sobre Troy e Gia, mas certamente foi um começo difícil quando os fãs foram apresentados ao casal. Na ocasião, os dois foram pegos fumando maconha e Troy teve uma atitude babaca em relação a Rue, o que ninguém gostou.

Então, ele teve o que merecia quando Lexi e Rue interrogaram e ameaçaram hilariamente o pobre jovem. Depois disso, ele disse a Gia que ela estava bonita, e os fãs ficaram dispostos a dar a eles um pouco mais de chance. Entretanto, até que essa conexão seja mais destacada na série, não há como esperar muito deste casal em Euphoria.

Essa relação é complexa. Na maior parte, McKay era um namorado solidário e paciente, que realmente se importava com Cassie, e era gentil e compreensivo. No entanto, os fãs nunca esquecerão da cena de Cassie chorando no banheiro depois da festa de Halloween. Naquele momento, McKay estava muito preocupado com o que os outros pensavam sobre ele para realmente se importar com ela.

Eles não são o melhor casal da série, e McKay provavelmente também não é o melhor personagem. Apesar de ser mais velho que Cassie, ele ainda reage imaturamente a coisas relevantes, como a gravidez o passado dela. Eles poderiam ter sido um dos melhores casais em Euphoria se tentassem um pouco mais.

Este é outro casal que os fãs realmente não sabem nada sobre, mas nada sobre elas parece problemático. As duas imediatamente gostaram uma do outra e de abriram sobre coisas reais e pessoais. Anna parecia apoiar Jules e vice-versa.

Elas realmente se deram bem e, honestamente, a única razão pela qual os fãs podem não considerá-las o melhor casal é porque eles provavelmente se sentiram mal por Rue, que estava em casa, deprimida e sozinha. Mais tarde, o público aprenderia com o especial de Rue que ela realmente considerava esse breve caso como uma traição, embora naquele momento ela nunca tivesse oficializado seu relacionamento com Jules.

Infelizmente, os fãs só conseguem ver o pai de Rue em flashbacks. No entanto, ainda é impossível não pensar que Leslie e Robert formavam o que chamamos de “meta de casal”. Leslie sente muita falta dele, e isso só mostra o quão verdadeiro era o amor deles.

Robert apareceu como um ótimo marido e pai, e é mais do que óbvio o preço que sua morte causou em sua família. Ainda assim, os espectadores gostam de pensar que Leslie teve um casamento adorável com Robert. Até que a série mostre mais flashbacks de seu tempo juntos, no entanto, o público só pode especular sobre os dois.

Jules e Rue estiveram no centro da série nas últimas duas temporadas e é através de seu relacionamento em Euphoria que os fãs aprendem mais sobre a narradora. Elas têm suas falhas, e seu relacionamento romântico definitivamente foi difícil, mas ainda há um apoio esmagador para a dupla.

Jules sente a pressão de como a sobriedade de Rue está muitas vezes ligada ao quão bem elas estão como casal, o que não é bom. Rue, por sua vez, tem dificuldade em comunicar o que quer, e mais importante, está lutando contra seu vício em drogas. Sendo assim, ela não pode dedicar a energia necessária para fazer Jules se sentir querida e feliz, quando ela não consegue nem cuidar de si mesma. O amor delas pode ser mais forte e intenso do que qualquer outro par da série, mas neste ponto, ninguém pode negar que Jules e Rue não são boas uma para a outra.

O último e mais saudável ship Euphoria foi apelidado pelos fãs como “Fexi”. O romance entre Lexi e Fez parece ter surgido do nada, e mesmo assim, a maioria dos espectadores está adorando. Fez está genuinamente interessado e encantado por Lexi, que ele obviamente acredita ser uma pessoa inteligente e talentosa. Lexi, por outro lado, fica encantada com o personagem mais velho, que a apoia durante todo o processo de escrever sua peça e até dá conselhos atenciosos sobre isso às vezes.

Existe potencial para a dupla ser um exemplo brilhante de como um relacionamento saudável deve ser para o grupo de amigos de Rue, mas os dois estão ameaçados porque a segunda temporada terminou em um tiroteio dramático na casa de Fez, que pode tê-lo deixado gravemente ferido e em risco de prisão. O público terá que esperar e ver se isso marca o fim do casal já favorito dos fãs, ou se eles podem encontrar uma maneira de superar seus problemas sem comprometer seus valores.

Esses foram os melhores casais de Euphoria – e os piores também. De qual deles você gosta mais?

Confira também: