Capítulo mais recente de My Hero Academia torna o trabalho de agente duplo de Hawks ainda mais difícil

Os últimos capítulos do mangá de My Hero Academia tornaram os antagonistas da história ainda mais fortes, principalmente depois da aliança feita entre a Liga dos Vilões com o Exército da Libertação, criando o Fronte de Liberação Paranormal. Esses dois grupos juntos representam uma ameaça nunco antes vista no mundo dos heróis, e também acabaram tornando o trabalho de agente duplo de Hawks ainda mais perigoso.

No capítulo 243, vemos Hawks se encontrando com Chikazoku, um dos líderes do Fronte, que afirmar ter implantado nas penas do héroi 20 microdispositivos que poderão fornecer dados de localização e comunicação tanto do governo como de outros heróis.

Embora durante a conversa Hawks mantenha o seu disfarce, ao reportar as novas informações para o governo o herói afirma que a situação está ficando bem complicada, já que o Fronte de Liberação Paranormal basicamente vai conseguir o vigiar o tempo todo.

Ele ainda pede para que as próximas comunicações sejam criptografadas e afirma que precisará localizar o mais rápido possível onde os Nomus estão sendo produzidos.

Para complicar ainda mais a situação, no final do capítulo vemos Endeavor, Midoriya, Bakugo e Todoroki indo enfrentar um vilão que apareceu no meio da cidade, só que Hawks também estava próximo do local. Assim, as sua próximas ações terão que ser extremamente cuidadosas para que ele não acabe perdendo a confiança dos Vilões e também não coloque os heróis em perigo.

My Hero Academia começou a ser publicado por Kohei Horikoshi em 2014 e é um dos mangás mais vendidos da atualidade.

As histórias de Izuku Midoriya e seus amigos são lançadas semanalmente no Japão. Além disso, o anime conta com três temporadas e uma quarta temporada programada para outubro de 2019.

O anime pode ser assistido na íntegra no Crunchyroll, em japonês com legendas em português.