X-Men: Novos Mutantes promete dar nova cara aos filmes de HQs

Entenda a nova saga que tem a ambiciosa pretensão de fazer a diferença tornando-se o primeiro filme de terror da franquia X-Men.

Pouco se sabe sobre o que se espera do longa que promete causar surpresas aos fãs da franquia. Por tratar-se de um filme de terror, acaba gerando expectativas que nos fazem pensar se o décimo terceiro filme da série X-Men será um espetáculo ou um verdadeiro fracasso.

Pensando nisto, o Cena Um resolveu trazer alguns esclarecimentos para que quem não seja familiarizado com esse universo da HQ possa começar a entender sobre como toda a narrativa se dará. Confira!

O começo de tudo

Com início na HQ Graphic Novel Marvel #4, em 1982, os jovens dotados de poderes passaram por muitos reboliços na sua composição. É que a origem desse grupo teve como ponta pé inicial a preocupação de Charles Xavier sobre o futuro dos mutantes na Terra após as mortes de John Proudstar (Pássaro Trovejante) e Jean Grey (Fênix). Aos outros poderosos que estavam sob sua liderança, só restava um único pensamento: morrer ou sobreviver?

O Professor X já estava decidido a não recrutar mais membros, mas convenceu-se por Moira MacTaggert, sua ex-namorada, a montar uma nova equipe. Tocado pela carta do pai de Xi’an Coy Manh (Karma) que não sabia como fazer com que sua filha aprendesse a controlar os poderes, Xavier decide montar uma nova equipe de mutantes.

A partir daí, o grupo começa a se formar: Karma e Dani Moonstar (Miragem), convidada por Xavier após um combate com Donald Pierce, vieram ao Brasil juntamente com Moira para encontrar Roberto da Costa, o Mancha Solar, e integrá-lo no time. Uma corrida surgia pois o vilão de Logan estava atrás de novos recrutas. Pensando nisto, o Professor X e Rahne Sinclair (Lupina), a segunda integrante do futuro grupo, conseguiram recrutar Samuel Guthrie (Míssil).

Estava, então, formada a equipe de cinco novos mutantes iniciados por Charles Xavier, que teve que ausentar-se para se recuperar de um ataque sofrido pela Ninhada. Acontece que ele tornou-se um hospedeiro da raça alienígena e precisava urgentemente livrar-se disso. Logo, o quinteto ficou sem a liderança do telepata, dando espaço para que Emma Frost sondasse o terreno para que Magneto pudesse comandar os jovens.

Posteriormente, novos integrantes foram compondo a segunda turma dos mutantes. Magma (Amara Aquilla), Magia (Illyana Nikolievna Rasputina), Warlock, e Cifra (Doug Ramsey) foram os novos nomes que se juntaram ao grupo de novatos, seguidos por Elixir, Ícaro, Prodígio e Ventania, essenciais para a formação da Academia X: Esquadrão Novos Mutantes.

Expectativas x Realidade

Depois do sucesso de Logan e Deadpool, a Fox decidiu que talvez fosse possível montar um novo enredo para personagens não tão conhecidos pelo público, dando uma nova cara para as suas produções. O filme, basicamente, conta a história de um grupo de cinco mutantes, os quais ao mesmo tempo em que se vêm descobrindo suas habilidades também são mantidos em uma unidade secreta obrigatoriamente.

Em entrevista ao portal Jovem Nerd, Boone revelou que o filme é baseado em Urso Místico, uma HQ sombria que lida de forma diferente com a mutação. Além disso, ele diz que X-Men: Novos Mutantes “é um filme de super-herói dentro de um filme de terror”, o que soa interessante para os fãs destes ambos universos.

“É algo interessante e diferente. É mais focado nas performances, e esperamos que mais crível e plausível do que filmes típicos desse gênero”.

A ousadia de Josh Boone na direção da narrativa cinematográfica demonstrou que o filme promete surpreender. Charlie Heaton (Stranger Things), Anya Taylor-Joy (Fragments), Maisie Williams (Game of Thrones), e os brasileiros Alice Braga (Cidade Baixa) e Henry Zaga (13 Reasons Why) são alguns dos nomes presentes que darão vida aos personagens da Marvel Comics.

O roteiro fica por conta de Knate Lee (O Sequestro), Scott Neustadter (A Culpa é das Estrelas) e Michael H. Weber (500 Dias Com Ela), enquanto que a produção continua nas mãos de  Simon Kinberg e Lauren Shuler Donner, os mesmos que produziram outros filmes da saga, como: X-Men: Apocalipse, X-Men: Dias de Um Futuro Esquecido, e Logan, exceto Karen Rosenfelt, responsável por roteirizar a trilogia Crepúsculo.

Nos EUA, o filme tem estreia para fevereiro de 2019. No Brasil, ainda não possui data de lançamento. Assista abaixo o assombroso trailler da obra.

Etiquetas