Isto é o que teria mudado se Vegeta tivesse matado Cell em Dragon Ball Z

Após absorver o Androide 17 e atingir sua forma Semi-Perfeita, Cell se tornou invencível para o nível dos Guerreiros Z, facilmente superando Piccolo fundido com Kamisama. Mas isso foi até Vegeta e Trunks saírem da Sala do Tempo.

O brutal treinamento entre pai e filho resultou em uma enorme expansão de poder dos Saiyajins, que se tornaram muito mais poderosos que essa versão de Cell.

E foi nesse momento de superioridade que Vegeta tomou uma das decisões mais estúpidas de sua vida e permitiu que Cell absorvesse a Androide 18 para atingir seu potencial máximo.

Sabemos o fim da história mas… E se Vegeta não tivesse caído no papo de Cell e tivesse aniquilado o vilão? O que seria diferente no mundo de Dragon Ball?

Vegeta certamente não deixaria os Androides 16 e 18 passarem livres e a derrota humilhante nas mãos da Número 18 o fariam agir para destruí-los. E com Goku e Gohan na Sala do Tempo e Trunks não tendo a menor empatia com Androides, não haveria ninguém para impedir isso.

Gohan já estava com sua forma Super Saiyajin 2 encaminhada desde a Sala do Tempo – a luta com o Cell apenas serviu como o “empurrão” emocional que os Saiyajins as vezes precisam.

Goku não teria morrido para impedir Cell de explodir a Terra e sua presença teria feito com que Gohan tivesse se dedicado mais ao treinamento – ainda que Chichi forçasse os estudos goela abaixo do menino.

A vida de Goku teria impacto positivo na vida de Vegeta, que se acostumaria a treinar com seu rival e isso impediria que ele recaísse para o lado do mal – como aconteceu em Dragon Ball Super.

Nessa versão, Babidi e seu exército seriam possivelmente aniquilados antes que Majin Buu pudesse ser revivido, mas o único que sofreria em termos de poder com essa ausência seria Gohan – que não teria motivos para atingir sua forma Mística e precisaria acompanhar na forma Saiyajin.

O treinamento de Goku e Vegeta os levariam ao nível de Super Saiyajin 3 ou algo próximo e a série eventualmente Beerus chegaria no planeta e o resto aconteceria como em Dragon Ball Super.

Ah! Kuririn seria o maior prejudicado, uma vez que não teria a Androide 18 como esposa e provavelmente teria continuado sua vida como um lutador, o que não significa muito no grande esquema das coisas em sua participação no Torneio de Poder.

E vocês, o que acham que seria diferente se Cell tivesse sido morto por Vegeta em Dragon Ball Z?

Dragon Ball Super encontra-se em hiato no momento. O anime encerrou em março de 2018 com o fim do Torneio do Poder.

Atualmente, a história continua no mangá, além do filme Dragon Ball Super: Broly lançado no começo do ano e também de um novo filme que está em estágio inicial de produção pela Toei.

O anime pode ser acompanhado na íntegra no Crunchyroll, no seu idioma original com legendas em português.